domingo, 11 de outubro de 2015

Grão de Areia



   Somos um grão de areia no meio da multidão, perdidos levamos a vida, para onde? Difícil saber. Não importa a idade, se vivemos na imaturidade ou maturidade, existirá momentos nos quais nos questionaremos se estamos tomando as decisões, atitudes e direções corretas. Tentamos nos organizar com a finalidade de alcançar alguns objetivos, mas, nos perguntamos se realmente vale a pena, por essa plasticidade que caracteriza a vida, fazendo dela algo que sofre inúmeras transformações, se ela se transforma, em algumas ocasiões nos transformamos e os nossos projetos também.
   A vida é uma eterna escola, enfrenta maiores facilidades quem mantém a disposição por aprender e quem se adapta bem durante as lições que nos são impostas. Vou sendo levado pelas correntezas, assim como as águas transportam os grãos de areia, a vida me carrega, hora faço planos, hora modifico os planos, hora não tenho planos. E assim seguimos na direção de um destino incerto, desconhecido, inimaginável.
  A certeza que me persegue é a de querer viver em meio a felicidade e a paz. Quem não quer? O percurso para se chegar lá, pode ser longo, sofrido, exaustivo, mas, essa é a meta, se chego lá não sei. Penso que as provas continuarão existindo até o final de nossas vidas. O desafio é chegar lá de uma forma prazerosa, fazendo com quê ao olharmos para trás, para o passado, possamos dizer abertamente, claramente: FARIA TUDO NOVAMENTE!!!

Nenhum comentário:

Postar um comentário